close the mobile menu

A VERDADE SOBRE A MORTE DE POLICIAIS MILITARES.

  • Por Admin
  • 3054 visualizações

POLICIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, OS MÁRTIRES.

A única força militar do mundo que combate morro acima sem apoio aéreo, e quando tem, ficam sob risco de ser alvejado, como no caso do helicoptero da corporação que foi abatido no morro da Matriz tendo de, em chamas, fazer pouso de emergencia no campo da vila olimpica, voces se lembram? Quatro policiais morreram com queimaduras de 3º grau em quase 100% do corpo nesse acontecimento, onde o piloto em meio das chamas, conseguiu ter sangue frio para pousar longe dos barracos do morro, evitando assim a perda de vidas de muitas pessoas.

E agora, tivemos o 91º policial militar morto este ano. O que esperar disso? Que eles hajam como os Klingons de Star Trek e digam a cada amanhecer: "Heglw MeH qaq jajvam!" (Trad. da lingua klingon: hoje é um bom dia para morrer!), felizes por isso? Seria muito azar da sociedade e principalmente dos bandidos se um dia eles adotarem a postura dos referidos personagens, pois estes estão dispostos a morrer matando o máximo que puderem matar!

Aproveito para parafrasear esta mesma série (Star Trek), tomando o pensamento do guerreiro Khan, onde ele diz: _Como pode quebrar um osso se não consegue quebrar nem uma simples regra?

Onde quero chegar dizendo isso? No seguinte fato: A policia militar está combatendo o inimigo de forma errada. Pois eles estão sob o comando deste mesmo inimigo combatendo apenas os seus protegidos e serviçais. Deveriam combater primeiro ao inimigo maior que dá sustentação e segurança ao inimigo menor que está nas favelas e no asfalto; e este inimigo maior, está nos gabinetes, nos palacios e nos tribunais.

Mas, devido à teimosia em insistir na formação positivista que os militares brasileiros recebem, estão impedidos de fazerem aquilo que é necessário, não enxergam que, para vencer aos inimigos, devem quebrar regras, pois o inimigo da sociedade é que está no comando dela, e não tem sentido algum aceitar ordens dos mesmos. Enquanto continuarem nesta obediencia irracional, continuarão sendo enviados para os braços frios da morte.

Para quebrar a espinha dorsal do inimigo (quadrilha politica e cumplices como certos ativistas de Direitos Humanos), é preciso quebrar as regras que os impedem de fazer isso. Uma vez feito isso, tudo se tornará mais fácil.

Enquanto essa realidade não for encarada, os policiais militares permanecerão como gado no matadouro, numa fila aguardando sua vez de morrer. É isso que os canalhas da politica querem, acabar com os militares porque estes não são seus soldados, e querem futuramente substitui-los pelos soldados deles, que ajem e pensam como eles querem (uma guarda bolivariana tupiniquim, aos moldes da Venezuela).

A verdade é: os PMs tem medo, não de enfrentar o bandidinho pé de chinelo; mas, de quebrar regras e ficarem sós, e com aqueles que os está exterminando lhes acusando de motim. Parece humor negro, mas lutar para não ser morto covardemente por ordem de quem são seus responsáveis, na pratica, tornou-se crime militar!

Quem iria imaginar, que os terroristas do passado, iriam se vingar dos militares usando as regras e estrutura hierarquica contra eles mesmos! Maquiavelico, não?

O dia que os policiais militares enxergarem isso, e aceitarem a realidade, estarão no caminho de salvarem a si mesmos! Do jeito que está, não podem fazer nada relevante em prol da sociedade.


Publicações recomendadas